Cidades de trigo

Sabe, fico pensando as vezes: na bíblia sempre podemos comparar uma cidade inteira com a pessoa humana.
Como assim?
Se numa cidade há alguém de bem, Deus poupa a cidade, mesmo que seja apenas dez pessoas...
Assim, se no coração humano ainda há bondade, significa que ainda há chance de transformação humana, não é verdade? Pelo menos enquanto existe tempo...
E a plantação, onde o Homem planta trigo através dos seus trabalhadores, e o inimigo do Homem planta joio, só pra ver o mal que vai dar?! O próprio Jesus diz que o campo semeado é o mundo, o trigo são os filhos do reino e o joio os filhos do pecado.
O mundo é um caos e, para melhora-lo, é preciso começar pelo que temos: por nós mesmos. Acho que é por isso que podemos fazer essa comparação cidade x homem.
Mas já parou pra pensar que, constantemente, o mal é plantado em nós? Nos nossos corações?
Agora tem um pequeno probleminha nisso:
Deus gosta de corações decididos!
Ta lá no apocalipse: Mas, porque és morno, nem frio nem quente, estou para vomitar-te de minha boca. (Apocalipse 3,16)
Sim, não podemos ser meio trigo, meio joio...
Monsenhor Jonas Abib, fundador mor da comunidade Canção Nova, dizia a suas ovelhas e a cada um de nós: ou santos ou nada!
Nosso coração é terra santa, e precisa ser lavrada e restaurada, pra que naquele dia, que ninguém sabe quando, sejamos trigo, somente!

Abraço, fé em atitude a todos!
0