Lectio Divina (Eclo 39, 12-15): Louvar a Deus


Hoje a lectio nos convida a proclamar um louvor a Deus diante de todas as coisas.

O autor sagrado começa indicando o que vai fazer, pois até isto é uma forma de instrução. Será que temos nos organizado para dizer às pessoas o que pretendemos diante da evangelização, ou mesmo diante de nossos trabalhos e afazeres diários? Ou será que fazemos as coisas de qualquer jeito, sem dar satisfação aos outros?

Escutar um conselho divino de uma pessoa cheia de Deus é um deleite para as nossas almas. Isso é o que o autor chama as pessoas a fazerem quando diz “escutem-me”. A quem temos escutado? Falsos profetas? Mentiras sobre a vida, a igreja e o universo? Precisamos abrir nossos ouvidos para a verdade e a verdade é o próprio Cristo. Quem ouve essa verdade, cresce como roseira e se espalha, mostrando sua beleza a todos, porque ouvir o que é de Deus é como uma planta que está à margem de um rio, sempre sendo hidratada, sempre forte.

Espalhar o nosso perfume é espalhar o que temos de bom. É lógico que não somos perfeitos e dentro de nós existem perfumes cheirosos e fedorentos. É preciso elevar um doce aroma, um perfume que inebria a vida das pessoas, e esse perfume só é bem preparado quando existe os ingredientes da palavra de Deus, da oração e do amor.

Diante de tanta beleza do Céu, de tantas maravilhas de Deus, precisamos entoar cantos, louvar a Deus pelo que Ele é. Dizem que cantar é como rezar duas vezes, pois a música nos envolvemos mais nas palavras cantadas, palavras de louvores ao Pai que nos ama, que cuida de nós, que providencia todas as coisas.

Engrandecer o nome de Deus é colocá-lo em primeiro lugar em nossas vidas. É falar com Ele e Dele sempre que tivermos oportunidade, é fazer tudo por Ele e para Ele. Engrandecer o nome de Deus é amá-lo sobre todas as coisas, mas também amar nosso aos outros. Engrandecer o nome de Deus é não deixar de orar, de meditar a palavra de Deus e aprofundar seus mistérios. Todas as maravilhas de Deus em nossas vidas nos levam a um louvor sublime, um louvor amor que nos faz felizes como nunca seríamos sem Deus.

Peçamos a Deus a graça de enxergar nas pequenas coisas da vida o Seu amor, a Sua graça, a Sua misteriosa e misericordiosa providência; para que sempre tenhamos com o que louvar a Deus. Pense no hoje: o que temos para louvar a Deus hoje? Louvado seja o nome de Nosso Senhor Jesus Cristo, para sempre seja louvado.
0