Lectio Divina (Eclo 38, 24-26): Tempos modernos


A lectio de hoje se dividirá em três partes e o tema é construtores do mundo. A primeira parte fala sobre a sabedoria do escriba.

O autor sagrado mostra no primeiro versículo que essa sabedoria é adquirida nas horas de lazer e que quem está livre de atividades torna-se sábio. Quando estamos focados em um problema, normalmente temos dificuldade em enxergar fora do mesmo, enxergar outras formas de resolvê-lo. Por isso muitas vezes é nos momentos de lazer que acende uma lâmpada em nossa mente e descobrimos uma solução melhor para o problema.

Já no segundo versículo, o autor questiona como a pessoa que só trabalha e não para, sem tempo de lazer e descanso, pode adquirir sabedoria. De fato, quando nos atarefamos com uma coisa repetida e não damos tempo para nós mesmos, a tendência é a atrofia da inteligência. Deixamos de pensar e passamos a agir no automático. Um filme que trata bem isso é o do Charlie Chaplin, Tempos Modernos.

Até o sono da pessoa que trabalha dessa maneira, trabalha por trabalhar sem um objetivo, é prejudicado. A pessoa dorme e acorda pensando naquilo que faz, como se fosse tudo. E a família? E os amigos? E a vida social? É preciso dar tempo para cada área das nossas vidas, senão piramos.

Peçamos a Deus a graça de vivermos bem todas as coisas, que Seu Espírito Santo nos direcione para que saibamos organizar o nosso tempo para que sejamos o melhor que podemos ser para nós mesmos e para os outros. Louvado seja o nome de Nosso Senhor Jesus Cristo, para sempre seja louvado.
0