Lectio Divina (Eclo 36, 1-10): súplica a Deus

Hoje a Lectio mostra uma grande oração de súplica a Deus pelo povo sofredor.

A primeira parte o autor sagrado clama a Deus Sua ação sobre as nações, que da mesma maneira que agiu no povo de Israel e mostrou seu poder, “castigando-os”, também o fizesse com os outros povos para que Eles vissem com os próprios olhos que não há outro deus senão o Senhor. No antigo testamento a palavra “castigo” era muito usada quando Deus agia com seu povo de uma maneira que não os agradasse. Hoje, poderíamos facilmente usar a palavra “correção” no lugar. Porque o Senhor é como um Pai e o pai corrige o seu filho. O filho não acha bom o “castigo”, mas no futuro agradecerá ao pai pela sua boa educação.

Logo após, o autor sagrado clama contra os adversários que assolam o povo de Israel. Na nota de rodapé, diz que o contexto desta oração foi vinte anos antes da grande perseguição promovida por Antíoco IV contra os judeus. O autor da oração clama o poder de Deus, Sua mão poderosa, para agir contra esses inimigos e mostrar o cumprimento da promessa feita do Senhor para com o povo. Por isso é importante conhecermos as promessas de Deus para nossas vidas, isso ajuda na hora de orar.

Os povos lutam para dominar o povo de Israel e o autor sagrado clama a Deus que, como outrora, colocasse os inimigos em suas mãos, para que recebessem, segundo a promessa, a terra da qual pertencem.

O que hoje tem nos dominado? O que hoje tem tirado a nossa paz, nos tirado das promessas de Deus? Coloquemos tudo isso em oração e peçamos ao Senhor que venha em nosso auxílio e nos ajude a permanecer em Seu amor e viver segundo suas promessas. Louvado seja o nome de Nosso Senhor Jesus Cristo, para sempre seja louvado.
0