Lectio Diária: Eclo 2, 15-18


O temor a Deus, que nada tem a ver com “medo de Deus”, leva as pessoas a obedecerem a palavra Dele. Na verdade a obediência às sagradas escrituras é um dos requisitos para dizer se alguém tem ou não esse temor, que é o respeito amável pelo Pai criador de todas as coisas. Hoje mesmo refleti quando acordei sobre o erro do espiritismo. Eles elevam o homem, que na crença deles transcende o tempo reencarnando em outros corpos, e diminui a Deus, pondo um limite Nele, dizendo que só pode constituir um mínimo de almas. Há vertentes que digam que somente uma alma Deus fez e enviou a terra em vários tempos diferentes, como que uma pessoa que morre e pode reencarnar em qualquer época. Que erro, que absurdo! Deus é infinito, ilimitado, Ele existiu antes do universo nascer e existirá depois que ele tiver um fim, se é que o terá. Pessoas que creem nessas heresias certamente não temem a Deus, pois o colocam abaixo do que Ele realmente é. João Batista nos mostra exatamente o contrário dessas doutrinas pagãs, dizendo que Deus cresça e que nós diminuamos (c.f. João 3, 30). Temer a Deus é um sinônimo de amá-lo. Quem ama segue os caminhos da pessoa amada. Assim, quem ama a Deus segue seus caminhos.

Quem ama a Deus busca agradá-lo. Não é assim quando um homem ama uma mulher e ele busca conquistá-la todos os dias? Assim é Deus com sua igreja, com sua criação. Ele busca nos conquistar e agradar-nos e se nós o amamos de volta, apesar de amar com um amor limitado, pequeno, buscaremos também conquistar e agradar o coração de Deus. No amor existem as exigências. Toda namorada se felicita quando o seu namorado cumpre algo que agrada a ela mesma, e vice versa. Assim é com o amor de Deus. Ele nos pede o cumprimento da sua Lei e amá-lo é seguir Sua Lei.

Quantas vezes um homem não se humilha diante de uma mulher, ou o contrário, justamente por amar? Justamente para conquistar seu coração? Porque não fazer o mesmo por Deus? Ele que nos amou primeiro? Ele que nos amará por toda a eternidade, pois nos amou antes mesmo que existíssemos, quando éramos apenas um pensamento Seu? Quem ama a Deus não tem medo de se humilhar por Ele.

Por isso precisamos nos colocar nas mãos de Deus. Precisamos entregar tudo a Ele. Sua misericórdia é que nos sustenta e faz acontecer os sonhos que o Senhor colocou em nossos corações. Os homens não tem poder de cuidar de nós como Deus cuida. Confiar a uma pessoa nossos sonhos é como confiar ao barro que realize-o. Mas Deus, basta Ele falar, e tudo acontece. O livro sagrado compara, neste último versículo refletido de hoje, a misericórdia Dele com a Sua grandeza. Mostra que sua misericórdia tem o mesmo tamanho Dele, ou seja, é infinita. Portanto, coloquemos toda a nossa confiança no Senhor, que em Sua misericórdia suprirá nossas necessidades.
0