Lectio Diária: Mc 5,1-20


A missão é grande e muitas vezes exigirá de nós que façamos algo assim que cheguemos em um lugar. Jesus mal chegou ali, e um homem possuído já aparecera. Será que temos imitado Jesus e estado de prontidão para as necessidades dos outros?

Existem demônios de teimosia, que faz as pessoas serem arredias e não mudarem de vida. Como temos lidado com nossos demônios? Temos sido teimosos e nos afastado de Deus ou temos buscado o Senhor para nos libertar e trazer conversão e salvação?

Diante de Jesus todo o joelho se dobra, inclusive os dos demônios. Mesmo o mais ateu de todos, se visse pessoalmente Jesus, tendo um encontro com Ele, certamente estaria ajoelhado. A grande diferença entre um ateu e um demônio consiste na questão de que este sabe que Deus existe, pois ele mesmo já esteve no paraíso, mas tornou-se anjo caído.

A presença de Jesus incomoda quem decidiu pelo erro, decidiu pelo mal. Mutia gente se coloca contra Jesus exatamente porque se põe contra a Verdade. Jesus, diante do mal, manda que este saia.

Jesus tem poder, mas aquele homem não tinha só um demônio, tanto que deu-se o nome de legião, por ser inúmeros. As vezes nos deixamos levar por pequenas atitudes erradas e cada uma delas vão gerando demônios dentro de nós. Será que não precisamos nos converter? Crer no evangelho e mudar de vida, embora já nos consideremos convertidos? A conversão é um processo di[ario que só termina no dia da morte.

A legião, sabendo que Jesus era Deus, tinha medo de ser expulso, eles não queriam. Então fez um pedido, pediu que fosse para uma manada de porcos dois mil porcos e todos foram possuídos. Será que este homem tinha dois mil demônios? Precisamos ter confiança em Jesus, na sua palavra e nas promessas de Deus. Se um demônio pede para possuir uma manada de porcos e Jesus consente, imagina se nós pedimos coisas boas a Deus, certamente Ele consentirá.

Em cidade pequena a notícia se espalha logo. Muito me deixou curioso a resposta dos cidadãos de Genesaré. Jesus expulsou os demônios daquele homem, mas eles ficaram com tanto medo que mandaram Jesus embora. Talvez por perderam tantos porcos, alguns deles, em especial dos donos, tenham sentido raiva e quisesse revidar, mas vendo o poder que Jesus tinha, nada fizeram e todos foram unânimes em mandar que Jesus saísse dali. De fato, o quão espantados ficaríamos se víssemos um grande milagre acontecer? Acolheríamos ou teríamos medo?

As vezes quando temos um encontro com Deus, queremos nos esconder atrás de uma comunidade e tomar uma posição passiva, de só rezar e ir pra igreja, de ficar só no convento, ou no grupo de discípulos. Mas Jesus é muito claro quando mostra sua vontade ao homem liberto, que queria seguir com ele. Jesus disse: "Vai para casa, para junto dos teus e anuncia-lhes tudo o que o Senhor, em sua misericórdia, fez por ti." De fato, as pessoas daquele cidade não viram a luz que se fez presente ali e Jesus deixou uma semente, que foi o testemunho do homem liberto. Ele deu a importante missão de ser um evangelizador, um anunciador do Cristo, naquela cidade, além, claro, da missão de cuidar de sua família. Portanto, que possamos sair de nossa zona de conforto e fazer algo pela nossa comunidade.
0