A operação de Jesus

Certa vez ouvi um áudio de uma ligação telefônica, não porque o quis, com o seguinte diálogo:
- Alô, doutor, como é que vai?
- Vou bem, e você?
- Também. Como foi o diagnóstico?
- Parece que você está curado.
- Graças a Jesus, porque eu me converti e mudei de vida.
- Sobre essa coisa de se converter a Jesus, certa vez cheguei na igreja de vocês e o pastor ficou uma hora falando de Jesus, Jesus isso, Jesus aquilo, mas não falou nada de Maria. A gente sabe que Maria deu a luz a Jesus, que ela é muito importante e tudo mais.  - Um momento de silêncio e o médico continua - Aló? Você ouviu o que eu disse?
- Ouvi sim, estava pensando sobre essa questão de Maria. Se eu fosse na sua casa me operar com o senhor, e só tivesse sua mãe, você acha que eu deveria me operar com ela?
- Claro que não, eu que sou formado em medicina.
- Da mesma maneira com Maria.
E no final do áudio ainda tem um "ba-dum-tis" de zoação.
Eu fiquei pensando nesse áudio e vi quanta falácia existia na voz desse irmãozinho menor na fé, que muito tem ainda o que aprender.
Vamos ver isso por um ângulo mais bíblico da situação: Você olha para o doutor e ele diz a você:
- Cara, não vou fazer essa operação, não me compete. Não estou pronto, não me formei nesse quesito.
E então você apela para a mãe do médico e esta diz aos assistentes do doutor:
- Fazei tudo o que meu filho disser.
E os assistentes começam a trabalhar, preparando o local da operação. O médico, diante da atitude de sua mãe, decide fazer a operação e, no final, ela é feita com sucesso e você sai do pós operatório são e salvo (Veja João 2, 1-11).
Meu amigo menor na fé, se não fosse o pedido suplicante da mãe do médico, nem existiria operação. Porque ninguém merece ser salvo, é dom e dádiva de Deus (Mateus 19, 23-26). Mas Deus escolheu ter uma mãe na terra e sua lei diz: "honrar pai e mãe" (Êxodo 20, 12). Por que Deus colocaria um julgo sobre o povo que Ele mesmo não pudesse seguir? Portanto, Deus escolheu sim uma humana para honrar. Ache você bom ou não, é uma realidade bíblica, já que você só fala na bíblia. Eu poderia explicar de muitos outros meios a você, mas sua fé só está pautada na bíblia. Esquece que existe o Paráclito (João 14, 26), esquece que existe a Igreja (com 'i' maiúsculo, veja I Coríntios 12, 27-31), esquece que existe os documentos dos apóstolos e seus sucessores (Veja todas as cartas do novo testamento e escritos dos primeiros cristãos até os dias atuais. E não me venha dizendo que não acredita, pois se um irmão protestante escreve um livro, você lê e acredita. Porque não ler e acreditar nos escritos dos primeiros cristãos até os dias de hoje?). Esquece que a igreja de Cristo nunca morreu, porque as portas do inferno nunca prevalecerão contra ela (Mateus 16, 18).
Irmãozinho, faça um favor a si mesmo: já que sua fé se baseia somente na Bíblia, ao menos conheça ela toda, ao invés de ler só o que convém.
Bom dia, irmãos separados e irmãos unidos, que a paz, a fé e a atitude de Cristo esteja com vocês.
0