As três dimensões do Cristo: Introdução

Ola galera, a paz de Cristo!
Sei que estou muito ausente do blog, mas isso aconteceu devido a problemas pessoas, dificuldades na minha vida, pensei até mesmo em excluir este blog. Mas não vou fazer isso, porque este blog não é pra mim, é pra vocês, pra vocês que desejam ter uma fé em atitude, que desejam ter uma fé em movimento.
Algumas coisas aconteceram, mas somente nesse fim de semana eu pude entender o que a Trindade estava fazendo comigo.
Passei pelo que muitos santos passaram: um momento de trevas, onde não conseguia mais escutar a voz de Deus. E até refleti isso ontem: se os santos, que são tão puros, tão mais do que eu, passaram por isso, quem sou eu pra dizer que não devo passar? É muito ruim passar pelo deserto, por um momento onde tudo parece estar contra você, onde parece que o chão sumiu, sabe? Mas ao mesmo tempo é necessário, edificante. Necessário porque, o ouro precisa ser provado no fogo. Sim, essa é a passagem que me vem agora, a de Eclesiástico 2. Leia ela antes de continuar, por favor.
E é incrível, como essa passagem bíblica me responde mais ainda tudo o que passei, toda a negação, toda a dor, todo sentimento de rejeição. Ela me diz diretamente no meu coração o que deveria ter feito, como deveria ter vivido, procedido diante de tudo. Eu não confiei em Deus, eu não temi o Senhor. Pequei e errei, mas Ele mesmo vem pra mostrar que é Deus e não homem pra mentir, na sua profunda misericórdia. Ele vem com sua verdade e me mostra tudo quanto preciso saber. E mais, que isso não é só o que deveria viver, mas o que devo viver a partir de hoje.
"Sê paciente nas situações dolorosas, porque o ouro é provado no fogo e as pessoas escolhidas no forno da humilhação. Confia no Senhor, e Ele te ajudará" (Eclo 2, 4b-6b). Apesar de eu não ter sido paciente, apesar de ter me entregado ao errado; A Trindade me mostrou que nada disso importa, a graça esta ai pra ser recebida, e tudo parte da decisão de querer ser uma pessoa melhor. Agora mesmo percebi isso, quando Vos pedi pra achar algo que minha mãe perdeu, e até cheguei a pensar que "não, eu decidi melhorar recentemente, como eu já quero receber graças Deles?". Pois num é que achei o objeto? Num é que Ele me mostrou onde estava?
A grande revelação que tive ontem foi a de que a Trindade queria que eu refletisse, de uma forma muito profunda, o versículo de João 14, 6. As três dimensões do Cristo: o Caminho, a Verdade e a Vida.
Eu sou tão cego, que precisei de cerca de sete meses para perceber que se tratava disso e para receber a reflexão do Caminho. Mas isso aconteceu porque fui como o povo de Deus no deserto, que no momento da penúria, reclamava com Deus e até blasfemava, e pior, criavam ídolos para substituí-lo. Eu dei uma de povo que fugiu do Egito, e fiquei como que vagando. Mas sabe que até existe uma ligação? Caminhar no deserto, caminhar na escuridão, para se ter uma reflexão real do Caminho.
Mas agora Eles começaram em mim sexta-feira a reflexão da Verdade, Veritas. Na verdade, eu só consegui perceber que se tratava disso, de uma reflexão profunda dessa passagem de João, quando vi essa continuidade entre o Caminho e a Verdade. Claro que ainda há mundo o que aprender sobre o Caminho, enquanto eu estiver caminhando, com certeza terá. Nos próximos dias, ou semanas, escreverei tudo o que puder escrever sobre tudo o que me foi revelado da dimensão do Caminho, e daqui a não sei quanto tempo, só a Trindade sabe, vou escrever o que Eles me mostraram, e ainda vão me mostrar, sobre a Verdade. E, por fim, chegaremos, todos juntos, na reflexão da Vida. E aí sim, teremos vida eterna, continuidade do céu aqui na terra.
Abraço galera, fé em atitude pra vocês!

Atualização dia 13/05/2014
Hoje, dia de Nossa Senhora de Fátima, fui para o encontro da liturgia para preparar a missa de domingo, e eis que descubro que o próximo evangelho dominical é exatamente o que trata das três dimensões de Cristo, será o de João 14, 1-12. Para mim, isso foi uma grande confirmação do que a Santíssima Trindade quer revelar não só para mim, mas para todos nós. Uma confirmação que isso tudo que vos escrevi nesta introdução é verdade.
Um abraço, tamo junto!
0