Nota sobre o Evangelho de hoje

Ontem, quando estava em adoração, o ministério de música cantou a música "Ninguém te ama como eu", e num certo momento, a cantora da banda Dom da Graça disse, antes de cantar uma ultima vez o refrão: Declara isso pro Senhor!

Naquele momento pensei: "poxa, como poderia amar assim, um amor tão infinito, onde a maior prova é a própria cruz?!" Então veio em minhas lembranças esta passagem: "Apascenta as minhas ovelhas". Pode ser até incrível demais para ser verdade, mas é verdade. O evangelho de hoje (João 21, 15-19), lido pela Santa Igreja em todo o mundo, foi a passagem que veio em minha mente ontem. Obra do Espírito Santo? Julguem por vocês mesmos!

A questão é que, de tudo isso, pude entender uma coisa: Cristo está em nosso próximo, então amar a Jesus é amar nosso próximo, assim devemos servir (apascentar) todas essas ovelhas. Ai está o como, mesmo que não amemos, ou que nossos corações não entendam, se fazemos o bem para os outros, nós automaticamente estamos amando e/ou aprendendo a amar. Amar é uma questão de prática.

Abraço, Deus abençoe!
4