Nova Era e Divina Providência

São dois caminhos totalmente antagônicos, mas, ao visitar fóruns de sites católicos, achei a inspirarão que precisava para escrever essa postagem, que é a seguinte:


"Não podemos ser coniventes com o pecado."(Frase que ouvi do Padre Reginaldo Manzotti na rádio Evangelizar, através da Rádio Dom Bosco).

Devemos usar tudo aquilo que o Pai nos deu, afinal é presente Dele, mas sempre com discernimento. Não podemos usar aquilo que é pecado, aquilo que é mal. Tento colocar na minha mente que em tudo que se vá fazer na vida, além da nossa escolha, existe também a escolha do bem e do mal, de Deus ou dos revoltosos anjos caídos. Posso dar um exemplo simples: se eu quero namorar uma garota, de que adiantaria eu escolher o caminho da inimizade, do ciúme, da falta de diálogo, tudo isso só nos prejudicaria emocionalmente e tenho certeza que não é coisa de Deus. Agora, se escolhemos o caminho do diálogo, do carinho, do amor, da paciência, ai sim as coisas são diferentes.

Acho que falta uma coisa muito interessante no nosso mundo: pessoas que se motivem a escrever histórias que não venham impregnadas de anticristianismo, de Nova Era. Não critico a Divina Providência acontecendo em filmes como O Senhor dos Anéis, não duvido que Ele se manifeste através de tal filme, mas poxa é complicado agente querer pegar uma obra, como o filme "As Cronicas de Nárnia", ou mesmo em "Harry Potter" (em ambos vemos claramente um natal sem Cristo), e querer achar que Deus agi ali. O ruim dessas coisas da Nova Era é exatamente isto: elas se utilizam das coisas boas, das boas ações, para proclama-la a si mesma.

Eu tive recentemente uma formação no grupo de oração da minha capela sobre falsas doutrinas, e em um dos dias a pregadora falou assim: "O demônio também cura. Você pode muito bem chegar num centro espírita e ser curado, mas que tipo de consequência será que essa cura pode trazer para a vida daquela pessoa que foi curada?".

Agente tem que ter muito cuidado para não ser tragado por essas coisas. Temos que pedir em oração a Jesus, que é o caminho, ao Espírito Santo, a Deus, enfim, à Santíssima Trindade entendimento, sabedoria e discernimento para nos guiar nos caminhos deste mundo, pois querendo ou não agente vive nele.

Paz de Cristo a todos,
Que Deus os abençoe.

P.S.: isso até me motivou agora, apesar de ser um leigo, a escrever um belo livro com uma história bacana... Mas quem sabe...
0